3.2.06

Lá fora o mundo pode estar cinzento, pode fazer frio e vento, o céu pode querer desabar sobre as nossas cabeças mas a luz que vem dos teus olhos aquece mais que mil abraços. As tuas palavras têm aquele toque e aconhego especial que me lembra as tardes da minha infância quando no Inverno, a neve cobria toda a cidade. Sabes meu amor, com esse teu sorriso doce abres as portas à magia e eu abro-te as portas do meu mundo.
Quando te conheci decidi não pousar as mãos no teu corpo sem te sentir o coração. E não me arrependo, mas às vezes tenho medo. Sabes, tenho medo de não saber se sei amar. Quando nos conhecemos fizeste-me sentir que não pertencia aqui. Disseste que eu desejava demais, que criava expectativas que sairiam frustadas, sem sequer me dares qualquer hipótese para tentar ver se os nossos amores se tocavam. Foi tão confuso. Trouxes-te pessoas e nomes para a história que juntavas a trabalho, falta de disponibilidade e tempo para construir algo. Parecia que querias que eu abdicasse daquilo que sou. Porque eu sou aquilo em que acredito, aquilo que faço, penso e sinto. E eu sempre acreditei naquilo que sentia.
Portanto quando olho para trás e vejo que afinal valeu a pena não seguir a multidão errante, o rebanho que acha parvoiçe insistir e persistir numa felicidade de criança, sinto-me em paz. Hoje, e todos os dias em que mergulho no dourado dos teus canudos e devoro com o castanho dos meus olhos o azul-mar dos teus, só consigo sorrir. Sinto o sangue a circular mais rapidamente, a minha voz perde-se no emaranhado de palavras que te quero dizer e... acho que te amo. Com a solenidade e a plenitude que me permite dizer que o meu coração te pertence e que as minhas coisas, ao serem minhas são tuas também. Por isso, encosta-te ao meu peito e sonha... Prometo que não te arrependerás.

9 comentários:

APIUR disse...

Olá, :)
Obrigado pela msg no Cultural.
Um texto que soa a diálogo
sentido na noite...Um bom fim de
semana.
Bj
Apiur

Rita disse...

sabes, apaixonei-me pela penultima frase. aprender a amar é talvez a melhor e mais importante lição da vida, n achas? :)

zezinho disse...

Tenho a certeza de que não se arrependerá, Ana.
É uma magnífica declaraçaõ de amor e de generosidade.
Espero que ele leia.
Beijinhos

mixtu disse...

muito lindo texto, tal como o template;)
sonhar... sempre

zezinho disse...

Olá Ana.
É possível definir uma pessoa pelos "escritos".
Diria que estou em presença de alguém com imensa sensibilidade.
Beijos

segurademim disse...

Quando se ama é assim mesmo, tudo à volta pode estar cinzento, frio, inóspito... mas o coração está quente e pelos olhos só entra calor, é o conforto desejado!

Muitos beijinhos Ana, boa semana :)

Anónimo disse...

Sabes, vejo-me nas tuas palavras! Ando a passar por tudo isso...é uma mistura de sensaçoes boas e outras menos boas, né? É confuso!! Mas nao deixa de por o nosso coraçao a palpitar!
Beijinho grande*

mixtu disse...

linda promessa...
lindo o amor

segurademim disse...

Olá ANA,

já tinhas planeado o teu próximo post? desculpa, mas desafio-te para nos dizeres quais são cinco dos teus estranhos hábitos!!!! espero, que não te dê muito trabalho e que não te importes...

BJS ;)