14.10.05

Amor?

Sim.Talvez não da forma como estejas habituado a conhecê-lo, nem da forma como eu esteja habituada a senti-lo.Mas sabes, no vão das coisas ditas e não ditas, os silêncios cruzam-se e admitem que à mais a existir entre nós do que uma simples amizade.E prevêm um futuro com coisas bonitas se não de mãos dadas, pelo menos lado a lado.
E, é por isso, que (re)aparece o brilho no olhar, o tão esperado sorriso, a tão esperada palavra sussurada ao ouvido...Os momentos passados contigos são simples, mas eu levo-os comigo onde quer que vá.Eu e tu não para sempre, mas por agora.No instante, no momento, sinto-me bem ao teu lado.E bem, o para sempre...o para sempre não existe.Nada dura eternamente, mas eu acredito que existem coisas que perduram e resistem a todas as estações e a todas as outras coisas.
Hoje, só me apetece experimentar a arte do sentir.Numa noite fria de Outono, depois de um jantar que espero animado, o teu toque seria bem recebido.Reconfortaria e faria-me sorrir ainda mais.
Ando feliz.Sem qualquer razão aparente encontro-me numa maré de alegria.Estou positiva, cheia de altruísmo (o que por vezes irrita) e com um sorriso nos lábios.Podia desfiar-vos um rol de sentimentos, de sensações, de imagens, que me povoam a consciência.Mas não.Não quero que olhem para mim.Não quero que me julguem, que me sintam ou percebam.
Só me apetece dar beijinhos, abraçinhos, sorrir, sorrir e rir...Rir muito.Quero distribuir ternura, carinho e amor.
Vou começar por ti.O nosso amor não se baseia em desejos carnais.É muito mais do que uma simples atracção física.Mas bate cá dentro.Tanto que até provoca uma comichão na barriga.E sabe bem.
De cada vez que quero fugir deste mundo sei que posso correr para o teu abraço fiel.Conheces-me e sabes-me bem.Estas linhas não são mais do que uma prece dirigida a um ser ou uma entidade divina para que eles nunca te afastem de mim.De cada vez que quiser, espero encontrar-te aí.No lado esquerdo do peito.

3 comentários:

segurademim disse...

... sorrir e ser feliz é uma obrigação que temos pelo simples facto de existirmos!!!
se houver amor, compreenção, entendimento, alegria, ainda melhor !!!
Bom fim de semana, beijos

Rita disse...

borboletas na barriga? hmm... mt bom este texto, o meu preferido! .)
beijokas

um cavalo ou um boi disse...

Tenho andado um bocadinho afastada da internet e por isso não tenho tido oportunidade de te visitar.
Mas li agora este texto e sorri. Tão bonito, tão sincero, tão carregado de esperança... tão feliz.
Que bom que te sentes assim*