3.9.08

A Vida

Já perdoei erros quase imperdoáveis, tentei substituir pessoas insubstituíveis e esquecer pessoas inesquecíveis.
Já fiz coisas por impulso, já me decepcionei quando nunca pensei decepcionar-me, mas também já decepcionei alguém.
Já abracei para proteger, já ri quando não podia rir, fiz amigos eternos, amei e fui amado, mas também já fui rejeitado, amado e não amei.
Já gritei e saltei de tanta felicidade, já vivi de amor e fiz juras eternas, sofri algumas vezes.
Já chorei a ouvir música e a ver fotografias, já liguei só para escutar uma voz, apaixonei-me por um sorriso, já pensei que ia morrer de tanta saudade e tive medo de perder alguém especial.
Mas vivi! E ainda vivo... Não passo pela vida! Vivo! É bom ir à luta com determinação, abraçar a vida e viver com paixão, perder com classe e vencer com ousadia, porque o mundo pertence a quem se atreve e a vida é muito para ser insignificante.

Charlie Chaplin

1 comentário:

Joana G. disse...

Tu es surpreendentemente fascinante.

Ja ca venho passear a este espacinho tão aconchegado faz dois anos e pouco...

já li muito, ja vivi ainda mais, mas nada me sabe tão bem como ler tudo que passa por aqui.

Obrigada por massajares o meu coração de quando em vez.

Boa sorte para tudo (e mais alguma coisa!)

Joana G.