26.12.05

Podia ser de tarde. Ou de manhã, ou de madrugada. Tanto fazia. Importante era que chegasses e que me prendesses nos teu braços. Importante era que me beijasses e me roubasses a alma. Importante era que o bater do teu coração fosse doce. Importante era que me segredasses que nada era mais importante, significativo e especial que um segundo, que mil segundos comigo. Depois podia render-me ao fado e morrer na saudade.

4 comentários:

mixtu disse...

...podia-me render a ti...

segurademim disse...

... hummm parece-me que o fado não condiz com o que está a acontecer nas dunas!!!!!

Duuuunas são como divããããs
de olhos fechados
cabelos ao vento...
lálálálá

Gostei da foto, muito inspiradora??!!!

Beijo Grande (és uma quida, gosto tanto de ti)

Objectivo disse...

Por vezes basta uma palavra, para tudo acontecer...

~*Vica*~ disse...

Quem dera todo amor fosse assim... ;)